T E X T O  &  I M A G E N S  H A N N A H  U E S U G I
CALENDÁRIO 2019 é uma interpretação gráfica sobre o passar dos dias e também a perpetuação de uma tradição da qual demoramos para fazer parte: designers gráficos que desenham calendários.
U M  P R E S E N T E
Faz muito tempo que desejamos agradecer algumas pessoas que nos ajudaram de alguma forma na nossa trajetória como estúdio de design, mas nunca encontramos o pretexto ideal ou simplesmente não conseguimos nos organizar para formalizar a ideia.
Em 2019, porém, após um início de ano complicado e desesperançoso no Brasil, resolvemos tirar essa ideia da gaveta. Mesmo que não houvesse o tempo e a disposição ideais para isso, achamos que esse momento pedia iniciativas como esta de buscar estar mais próximos e presentes dos projetos que partilham dos nossos mesmos ideais.
Foi aí que decidimos criar uma peça gráfica que pudesse ser enviada fisicamente para nossos contatos, algo mais paupável do que um email marketing e que pudesse ser acompanhado de uma cartinha pessoal que agradecesse quem já nos deu apoio e oportunidade ou elogiasse o trabalho de profissionais que admiramos e que estamos dispostos a colaborar.
Como era começo de ano, lembramos do costume que muitos escritórios de design têm: o de desenhar seus próprios calendários. E assim o fizemos pela primeira vez — demorando mais tempo do que gostaríamos entre projetos em andamento e outros que acabaram passando na frente — mas confiantes na intenção do presente que chegou pelos Correios no final do verão do mesmo ano.
F O R M A S  D E  C O N T A R  O  T E M P O
Dentre tantas formas possíveis de representar o período de um ano, algumas são mais tradicionais e funcionais que outras, mas todas carregam uma poesia indissociável fruto da tentativa inocente do ser humano de organizar o tempo.
A nossa interpretação para este ano partiu de uma premissa pouco usual: um calendário circular. Talvez numa alusão aos relógios que marcam a passagem dos ciclos, mas diferente, já que aqui os ponteiros não dariam conta de pular de uma semana para outra e nem seriam capazes de contar de uma só vez as 8760 horas de um ano.
Nosso diagrama se divide em doze partes e, dentro dessas partes, seis raios de semana acomodam os dias de domingo a sábado. A passagem de um mês para o outro não é contínua, mas desenha cheios e vazios entre as massas de cor que identificam cada um dos doze signos do zodíaco. A partir dessas cores, um degradê central identifica a mudança de estações, que mais tem a ver com o desenho do céu do que com a divisão dos meses do calendário gregoriano.
As fases da lua e o início de cada signo são identificados por símbolos que substituem os algarismos correspondentes aos dias. Os domingos estão representados em bold e os feriados são destacados por linhas mais espessas que as demais.
O  O B J E T O
O nosso calendário é circular, mas está contido em um quadrado de 68x68 cm, o maior possível para impressão na máquina do fornecedor.
O seu desenho faz com que não haja uma única orientação privilegiada, já que sempre que uma porção de ano se encontra em posição ideal de leitura, outros meses estão de cabeça para baixo. Por isso, ele possibilita quatro giros em torno de si mesmo, podendo ser pendurado pelos quatro ilhoses em um mesmo par de pregos na parede, acompanhando o trimestre que se movimenta.
Além disso, ele não é de papel. Isso porque gostaríamos que ele pudesse estar não somente nos escritórios e interiores das casas, mas que pudesse também ficar ao ar livre, exposto ao sol e à chuva, se deixando afetar pela passagem do próprio tempo que ele busca representar.
F I C H A  T É C N I C A
PROJETO GRÁFICO HANNAH UESUGI & PEDRO BOTTON   FONTE AKTIV GROTESK   FORMATO 68X68CM   IMPRESSÃO NOVIMAQ   MÉTODO DIGITAL 4X0 CORES   TECIDO SARJA   TIRAGEM 25 EXEMPLARES   ANO 2019

OUTROS ARQUIVOS