T E X T O  H A N N A H  U E S U G I
I M A G E N S  H A N N A H  U E S U G I  &  P E D R O  B O T T O N
RIO é o oitavo livro da Mini Editora, e é uma homenagem à cidade que me acolheu por nove meses inspiradores durante o ano de 2014.
O  R I O
O Rio de Janeiro sempre foi uma grande fonte de inspiração para mim, principalmente suas paisagens mais óbvias. A relação da cidade com as montanhas, o paradoxo entre a sua exuberância natural e a pobreza construída, seus conflitos escancarados, o desenho da cidade e sua arquitetura, tudo isso sempre me seduziu e me fez retornar à cidade inúmeras vezes.
Durante essas viagens, fui gostando cada vez mais de fotografá-la, e a cada visita eu fui sendo convidada a aprender mais sobre a cidade e sua fotogenia. Até que em 2014 tive a chance de me aprofundar mais nessa minha pesquisa pessoal. 
Depois de um réveillon com amigos em Copacabana, resolvi ficar. Procurei emprego, apartamento, conheci pessoas e em pouco tempo me instalei na cidade que passou a ser a minha nova casa.
Durante este curto período — minha temporada acabou durando apenas 9 meses — muita coisa aconteceu e, claro, muita foto foi clicada. Meu Instagram pessoal virou monotemático e logo me dei conta de que estava construindo ali um álbum de fotografias da cidade que escolhi viver.
15 dessas imagens, tiradas com celular e tratadas somente com os recursos do aplicativo, acabaram então reunidas neste livro, que fiz quando retornei à São Paulo para presentear um grande amigo que fiz e deixei no RJ. 
O  P R O J E T O
Diferentemente dos outros títulos da Mini editados até então, este é essencialmente um livro de fotografia e toda a atenção foi dada para apresentá-las da melhor forma possível.
Apesar de este também ser um livro feito à mão, impresso e costurado de forma caseira, não seria admissível que a impressão deixasse a desejar de forma alguma.
Para isso, realizei diversos testes e ajustes em minha própria impressora jato de tinta e, após alguma pesquisa de mercado, cheguei ao papel com melhor custo-benefício para o que eu precisava: o papel canson creme — um papel sem ácido nem branqueador, mas de preço acessível, textura uniforme e ótima absorção de tinta.
Resolvido o mais difícil, o projeto se encaminhou de forma simples e cada foto foi diagramada individualmente em cada página, como pequenos quadros narrativos, mantendo o seu formato original quadrado e o tratamento de quando foram postadas no Instagram.
o  t e x t o
No início de tudo, incluí uma poesia introdutória — composta na Cheltenham book condensed — que fala sobre a sedução e despedida de uma pessoa com a cidade do Rio de Janeiro e serve de dedicatória e agradecimento por tudo o que foi vivido e retratado nas páginas seguintes:
RiO
Te admirava há algum tempo.
Sempre que dava, te frequentava
e quanto mais te percorria, mais me apaixonava.
Confesso que logo comecei a gostar
dessa história de te deixar me conquistar.
Quando vi, já não dava mais para evitar.
Fui ficando, me aproveitando,
tua beleza foi me embriagando
e, sem resistir, acabei para ti me mudando.
Me doei. 
Meus pertences, minha vida e meu trabalho te entreguei.
Dos amores passados, me libertei.
Fui aprendendo a te respeitar
e, mesmo com teus defeitos, a te admirar.
Abandonei minhas referências para não mais te comparar.
Você, em troca, me presenteava.
Me deixava ter as pessoas e as aventuras que eu desejava,
com cada vez mais amor me rodeava.
E era tanta generosidade comigo,
que mesmo longe de casa, jamais fiquei sem abrigo.
Nos teus caminhos, eu encontrei o meu melhor amigo.
Obrigada, RiO, você foi o mar mais bonito que eu poderia navegar.
Usei tua linha do horizonte para me tranquilizar,
uso teu céu agora para continuar a voar.
Foram 9 meses de amor intenso
e se essa despedida é mais um agradecimento do que um lamento,
é que carrego em mim um legado que é imenso.
E não vai ter como de mim eu te apagar
as tuas curvas para onde for eu vou levar
já que decorei de tanto eu te fotografar.
O título grafado com a primeira e a última letra em caixa alta é uma brincadeira com os dois homenageados do livro: Rio e Ro — de Rodrigo Barja, meu amigo querido, que ganhou a dedicatória e o primeiro exemplar do livro impresso.
A S  F O T O S
O livro, apesar de ser um retrato da cidade de um ponto de vista tão pessoal, acabou tendo bastante aceitação por parte do público nas feiras de publicação independente que participei. Porém, logo que o coloquei para exposição na mesinha da Mini, senti que algumas pessoas desejavam ter algumas fotos independentes do livro. 
Decidi então disponibilizá-las também de forma individual ou em duplas ou trios para serem emolduradas e penduradas na parede, o que acabou criando uma nova relação entre elas, que agora são manuseadas e re-combinadas na minha frente pelos próprios compradores.
F I C H A  T É C N I C A
EDITORA MINI EDITORA   TEXTO, fotos e PROJETO GRÁFICO HANNAH UESUGI
FONTE CHELTENHAM book condensed   FORMATO FECHADO 13X12CM
IMPRESSÃO JATO DE TINTA 4X0 CORES   PAPel canson creme 200G/M²   PÁGINAS 40
TIRAGEM IMPRESSÃO SOB DEMANDA   CÂMERA iphone 5s   ANO 2014

OUTROS ARQUIVOS

Back to Top