T E X T O  &  I M A G E N S  H A N N A H  U E S U G I
PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA é uma das principais premiações de design do país, e esta foi a proposta enviada para o concurso de cartaz da sua trigésima edição.
O  P R O J E T O
O concurso do cartaz do MCB é uma boa oportunidade para todos nós, designers, sintetizarmos em uma única peça como estamos trabalhando naquele ano. Os parâmetros de premiação e as expectativas do júri, no entanto, são sempre um mistério — pelo menos para mim, já que a cada edição novos jurados são convidados e os resultados, se não representam um panorama do melhor que está sendo produzido no ano do concurso, são uma amostra da diversidade de linguagens com que trabalham os designers brasileiros.
Para essa trigésima edição do concurso, pensamos em um cartaz festivo, digno de uma comemoração de aniversários redondos. Não pensamos em fazer nenhuma composição óbvia com o numeral 30, por entender que essa é uma solução já gasta no concurso, mas desejávamos criar uma peça que se relacionasse de forma específica com esta edição, com o simbolismo próprio dos trinta anos.
A solução que encontramos, então, foi a de representar a festividade da data com triângulos coloridos espalhados pelo cartaz, como confetes de carnaval. Esses confetes, no entanto, não estão dispostos aleatoriamente pelo papel — embora passem por cima e por baixo do texto, composto inteiramente na fonte Scout impressa em preto —, mas formam uma composição ordenada que cresce em escala de cima para baixo até formar na parte inferior da folha, numa relação de figura e fundo, um XXX — trinta, em numeração romana.
O texto com os dados do prêmio e os logos não sofrem interferência dos triângulos, que parecem estar em uma outra camada de cor, inspirada nos tons característicos dos confetes carnavalescos. No fundo, tingimos o papel offset originalmente branco com um leve tom amarelado, a fim de esquentar um pouco o clima da composição.
Infelizmente, não foi dessa vez que fomos premiados — e com base nos finalistas divulgados pelo júri, passamos bem longe disso —, mas ficamos bastante satisfeitos com o resultado.
F I C H A  T É C N I C A
concurso MUSEU DA CASA BRASILEIRA   PROJETO GRÁFICO HANNAH UESUGI & Pedro Botton
FONTE SCOUT   FORMATO 46X64CM   IMPRESSÃO IBRAPHEL   MÉTODO PLOTTER 4X0 CORES
PAPEL OFFSET 150G/M²   TIRAGEM 1 CARTAZ   ANO 2016

OUTROS ARQUIVOS

Back to Top