T E X T O  H A N N A H  U E S U G I
I M A G E N S  H A N N A H  U E S U G I  &  P E D R O  B O T T O N
HOJE EU ACORDEI PENSANDO EM LINHA é uma parceria com meu amigo Rodrigo Barja, e é o primeiro livro ilustrado a sair pela Mini Editora.
A  P A R C E R I A
O nono livro da Mini Editora é fruto de uma parceria com Rodrigo Barja, designer e ilustrador que conheci no Rio de Janeiro e com quem mantenho inúmeras afinidades na vida e no design.
O desejo de produzirmos algum trabalho juntos já havia surgido há algum tempo, mas foi somente quando eu voltei a morar em São Paulo e ele ficou no Rio que conseguimos concretizá-lo.
Eu escrevi um poema que falava sobre a saudade e enviei para ele com alguma ideia do que poderia ser ilustrado, e recebi de volta um brush, uma textura e uma interpretação gráfica sobre o assunto: a linha e o que ela é capaz de desenhar.
A  P O E S I A
O poema, que fala de uma linha imaginária capaz de diminuir as distâncias, retrata um período de ponte aérea da minha vida em que fiquei vivendo no Rio sentindo saudade de um amor que estava em São Paulo e, logo depois, quando voltei para São Paulo e passei a sentir saudade dos novos amigos que ficaram pelo Rio.
Hoje eu acordei pensando em linha
Na linha do horizonte sobre o mar.
Na linha do mar que lambe a areia.
Na linha da areia que a cidade margeia.
Na linha da costura que emenda o papel.
Na linha do papel que pauta o que desenho.
Na linha do desenho que já não contenho.
Tem linha aérea pra eu ir te visitar.
Tem linha de telefone pra eu poder te ligar.
Mas a linha que desenho é pra eu te emaranhar.
O  P R O J E T O
O projeto gráfico do livro foi feito a quatro mãos. 
Rodrigo sugeriu a cor azul — porque desejava colorir um pouco o até então monocromático catálogo da Mini Editora — e a fonte serifada Chaparral Pro Semibold Italic. Eu sugeri o papel metalizado branco e a costura com a linha colorida.
A diagramação foi surgindo durante o vai-e-vem de arquivos.
Na primeira versão, proposta por ele, cada verso do poema entrava em uma dupla separada de cada ilustração. Porém, percebemos que texto e imagem funcionariam melhor se dividissem a mesma página. A solução encontrada então foi a de colocar cada verso em sua posição "original" na página ímpar, ou seja, na altura da página correspondente ao que seria o seu lugar na composição original segundo a métrica do poema, e adaptar individualmente cada ilustração a ela.
A capa também foi definida durante o processo. A princípio, deixamos apenas a textura azul para futuramente pensarmos na melhor maneira de inserir o título do livro, mas o que era apenas provisório foi adquirindo identidade e decidimos tornar a capa vazia nossa capa definitiva.
F I C H A  T É C N I C A
EDITORA MINI EDITORA   TEXTO HANNAH UESUGI   ILUSTRAÇÃO RODRIGO BARJA
PROJETO GRÁFICO HANNAH UESUGI & RODRIGO BARJA   FONTE CHAPARRAL PRO semibold italic
FORMATO FECHADO 14X20CM   IMPRESSÃO JATO DE TINTA 4X4 CORES
PAPEL colorplus aspen 120G/M²   PÁGINAS 24   TIRAGEM IMPRESSÃO SOB DEMANDA   ANO 2014

OUTROS ARQUIVOS

Back to Top