T E X T O  H A N N A H  U E S U G I
I M A G E N S  H A N N A H  U E S U G I  &  P E D R O  B O T T O N
GUIA PRÁTICO PARA REDAÇÃO CIENTÍFICA é um guia com o conteúdo do Curso prático de redação do professor Gilson Volpato, da Unesp de Botucatu. Fomos contratados para fazer o projeto gráfico e a diagramação deste que é o seu décimo terceiro livro.
O  D E S A F I O
Em junho de 2015, fomos procurados pelo professor Gilson Volpato para diagramar seu novo livro sobre redação científica. Não conhecíamos ainda seu trabalho, mas fomos apresentados a uma extensa lista de mais de dez títulos publicados por ele sobre o assunto. Os livros pareciam ter bastante saída no meio acadêmico, o que fez com que ele e sua esposa até criassem uma editora específica para comercializar esses e outros livros semelhantes: a Best Writing.
Gostamos do esquema independente da editora, porém dando uma olhada rápida no catálogo deles e em outras referências do ramo, sentimos que haveria bastante dificuldade em alinhar nossa linguagem gráfica à expectativa desse mercado específico. Além disso, o prazo de pouco mais de uma mês da data do primeiro contato para a entrada na gráfica nos pareceu inviável.
Desanimamos, mas após uma conversa com Gilson, que se mostrou bastante respeitoso com o trabalho de designer e garantiu poucas idas e vindas de arquivo, decidimos aceitar o desafio e contribuir de alguma forma com o design praticado pelas editoras científicas.
O  P R O J E T O
Iniciamos o projeto gráfico do livro já com o texto quase completo em mãos. A maior parte do conteúdo era em texto corrido, mas havia uma grande parte com passos que deveriam ser separados por boxes, além de algumas figuras esquemáticas como diagramas e infográficos simples.
Recebemos também alguns parâmetros de projeto devido ao fato de eles já terem uma especificação acertada com a gráfica contratada: o formato deveria ser o padrão 15x21cm; a capa deveria ser colorida (pantone + preto), com verniz de reserva e duas orelhas pequenas; e o miolo seria todo impresso em preto sobre papel amarelado Chambril Avena. Havia também uma limitação no número de páginas, que deveria ser algo em torno de 250.
Isso fez com que o nosso projeto já nascesse limitado. As margens, por exemplo, que gostaríamos que ficassem mais arejadas, acabaram reduzidas — a maior de todas, a externa, com 26mm — o que reduziu o miolo de 350 para 268 páginas.
H I E R A R Q U I A
Outro grande desafio enfrentado foi em relação à hierarquia de informação. A estrutura complexa em que se dividia o conteúdo do livro — 6 partes subdivididas em 4 capítulos, 16 subcapítulos e 40 passos — fez com que a nossa maior dificuldade fosse a de tornar a divisão do conteúdo a mais clara possível. Não foi fácil, já que alguns passos estavam contidos em capítulos e outros não, e somente as duas primeiras partes continham capítulos. Uma confusão. 
Decidimos então priorizar as partes, que foram divididas por páginas chapadas de preto na frente e no verso a fim de que ficassem bem visíveis com o folhear das páginas, um recurso econômico que cabia nas nossas restrições de uso de cor ou de qualquer outro artifício, como uma faca ou papel especial.
Nessas aberturas de partes, o título aparece vazado em branco sempre na página par, composto na fonte Geomanist do estúdio espanhol Atipo, sublinhada em corpo grande 48pt.
Os nomes dos capítulos — também na mesma fonte e sublinhados — aparecem num corpo intermediário 24pt e os passos e subcapítulos na menor fonte de título, 12pt, um pouco mais pesada. A mesma fonte é usada também nas notas de rodapé, em corpo 7pt.
O corpo do texto, por sua vez, é todo na Calendas Plus — criada também pelo Atipo —, com a variante itálica para os nomes das figuras.
Há ainda, na parte superior das páginas pares, uma navegação com a indicação das partes, que é interrompida vez ou outra pelas aberturas de capítulo. Na página ímpar, ocorre o mesmo com o título do livro.
I N F O G R Á F I C O S
As figuras que aparecem no guia são de autoria do próprio autor, que nos enviou esboços esquemáticos em PowerPoint. E, embora não tenha sido solicitado, redesenhamos todas, sem exceção, para que a linguagem das imagens se alinhasse com o projeto gráfico. 
Fizemos inclusive algumas sugestões de composição, uma vez que, como leitores, sentimos alguma dificuldade em interpretar as informações expressas nos diagramas da forma como o autor havia concebido.
Foi desse contato com as setas e esquemas que a ideia da capa nasceu. Consideramos uma ideia forte para um guia que fornece um passo-a-passo para a redação científica.
A  C O R
A cor da capa — Pantone Warm Red — foi escolhida com base nas preferências do autor, que desejava uma cor vibrante, chamativa na prateleira, mas também por contrastar com as cores do título.
F I C H A  T É C N I C A
EDITORA BEST WRITING   TEXTO GILSON L. VOLPATO
PROJETO GRÁFICO e DIAGRAMAÇão HANNAH UESUGI & PEDRO BOTTON
FONTES CALENDAS PLUS E GEOMANIST   FORMATO FECHADO 15X21CM
IMPRESSÃO PRINTCROM   MÉTODO OFFSET 2X0 CORES NA CAPA E 1X1 COR NO MIOLO
PAPÉIS DUODESIGN 250G/M² E CHAMBRIL AVENA 80G/M²   PÁGINAS 268   ANO 2015

OUTROS ARQUIVOS

Back to Top